21 fevereiro 2015

Porcalhões Urbanos

Que tal multar para valer os maus cidadãos que sujam São Paulo?
Texto: Walcyr Carrasco

  Tanto riso, tanta alegria... e quanta sujeira! As folias de Momo parecem ser pretexto para transformar a cidade em uma montanha de lixo. Parece até que a alegria dá o direito de atirarem nas ruas latas de cerveja e refrigerante, saquinhos, palitos e uma infinidade de itens. Como se a animação fosse  motivo para emporcalhar ainda mais a cidade.
  Essa atitude não se limita ao Carnaval.
  Existe sempre. Em ocasiões festivas, como Natal, Ano-Novo, e Carnaval, ela vai aos píncaros.
  O estilo paulistano é usar e atirar os despojos no chão. Esse modo de ser é definido pela expressão: "...foi só...".
  -- Joguei pela janela do carro, sim. Mas foi só uma latinha de cerveja.
  -- Não precisa exagerar. Foi só um maço de cigarros vazio!
  O problema é quando a expressão é utilizada por milhões de pessoas ao mesmo tempo. Durante o Carnaval, é horroroso andar em ruas e praças coalhadas de sujeira de todo tipo, acumulada por multidões que "só" jogaram isso ou aquilo. Nas chuvas, bueiros entopem, a cidade vira um caos, e ninguém acha que tem alguma coisa a ver com isso. Claro, a culpa não é apenas do cidadão.
  Dificilmente se encontra um cesto de lixo nas esquinas. Enchentes resultam de muitos fatores: fim das várzeas, ocupação pelo concreto do que antes era terreno permeável, falta de manutenção das bocas-de-lobo etc. Entretanto, fico irritado
<180>
quando vejo alguém agir como se tudo fosse culpa de uma entidade abstrata. Crucifica-se a prefeitura, o governo, a falta de educação do povo -- como se quem fala não pertencesse ao povo! Nunca se responsabiliza a pessoa que fumou e jogou "só" uma bituca na calçada, "só" um rolo de serpentina, "só" um copo de sorvete vazio. E o tempo que tudo isso leva para ser degradado pelo ambiente? Muitas vezes, décadas e décadas!
  Com certeza, campanhas educativas podem ajudar. A própria Operação Belezura, da prefeita Marta Suplicy, procura criar consciência no cidadão. Pessoalmente, nunca vi criança chupar bala sem jogar o papel no chão, diante do pai ou da mãe. Também nunca vi o distinto genitor conversar, explicar que não se deve sujar a calçada. No íntimo, pensam:
  -- Ora, "foi só" um papelzinho...
  É incrível como as pessoas gostam de espetar o dedo quando se trata de criticar o próximo, mas são supercondescendentes quando se trata delas mesmas ou dos pimpolhos!
  Há mais de duas décadas, viajei pelo Texas e pelo Arizona com um casal de americanos. Surpreso, notei um saquinho pendurado no painel do carro.
  -- Que é isso?
  -- Para botar o lixo!
  Espantei-me. Confesso: para mim, lixo se atirava pela janela.
  Quando criança, passeava de carro e adorava jogar folhas de revista e ver como flutuavam no vento! Não nego: tinha o instinto de porcalhão. Achei exagero de americano. Soube então que havia multas para quem emporcalhasse o asfalto. Atualmente, atirar uma lata de cerveja pela janela em território dos Estados Unidos equivale a multa de uns 500 dólares, rigorosamente cobrada.
  Diante do exemplo, tendo a acreditar que campanhas educativas, por si só, não resolvem. Vale mesmo é uma boa tungada no bolso. Muita gente vai querer arrancar minha língua -- afinal, já existem tantas taxas, impostos etc., e mais etc. e etc.! Mas, se os porcalhões fossem multados... ah, a cidade seria, sim... uma belezura!

<R+>
(Revista *Veja São Paulo*. São Paulo, Abril, 28 fev. 2001.)
<R->

Reflita sobre ----- texto original e sem modificações, mas que vale até para os dias de hoje!

10 comentários:

  1. Aqui em época de politica as ruas ficam imundas. Cpm

    ResponderExcluir
  2. Eu acho um absurdo tanta sujeira e pouco serviço deles. Fazem a maior sujeira nas ruas e trabalho q é bom nada. Só mordomias.Adorei o texto. Bjs CPM

    ResponderExcluir
  3. Todos nos somos um poucos culpados pelas sujeiras do mundo, porque como voce mesmo disse: é só um, é só mais um, mas quando é um mundo jogando sujeiras nas ruas.
    Adorei o texto, uma otima forma de pensarmos

    ResponderExcluir
  4. Adorei o seu texto parabéns.
    Bjus
    Família blogueira

    ResponderExcluir
  5. Gostei do texo.em termo de organização e educação nesse sentido temos que melhora muito bjs familha blogueira

    ResponderExcluir
  6. Texto muito bom para reflexão, infelizmente as pessoas ainda veem como uma coisa normal jogar lixo nas ruas e quando acontece os alagamentos ficam culpando os outros mas não lembram quantas latinhas e papéis de bala jogaram pela janela do carro.

    ResponderExcluir
  7. O texto é bem explicado mais e difícil muitos entenderem.
    Em época de eleição o que mais tem são pessoas porcas que não ver como a cidade fica.

    ResponderExcluir
  8. O texto ficou muito bem explicado, mas pessoas deveriam ver.

    ResponderExcluir
  9. Aqui Também Eh Assim ! Parece Um Lixão 😒😫
    E Parabéns pelo Seu Texto 😍😍😍Ficou Perfeito !

    ResponderExcluir

* Postagem feita com muito carinho :)
* Ao fazer um comentário seja educado e respeite a opinião dos outros :)
* Obs: Só sigo blogs que eu realmente gostar e quiser acompanhar, sendo assim não me sinto em hipótese alguma obrigada a seguir ninguém de volta :)
* Retribuo todas as visitinhas, não esqueçam de deixar o link no final do comentário (comentários somente para a divulgação serão removidos!) :)
* Obrigado pela compreensão :)
* Voltem sempre! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Sem Drama © Todos os direitos reservados :: voltar ao topo